segunda-feira, 25 de setembro de 2017

DRAGÃO EMPATA E SE MANTEM NA SÉRIE C BRASILEIRA

Só o empate contra o São Bento/SP, sem abertura de contagem, não foi suficiente para o Dragão do Bairro Industrial alcançar o acesso para a segunda divisão brasileira. O campeão do estado se mantém na Série C Brasileira e sai aplaudido por grupo de torcedores que esteve em Sorocaba, no interior Paulista, na noite deste domingo (24).

Precisando de uma vitória igual ou superior a dois gols, os comandados do treinador Ailton Silva não conseguiram o feito esperado para conquistar um vaga na semifinal da competição e automaticamente, o acesso à Serie B do Futebol Brasileiro em 2018.

Até que os atletas azulinos entraram bem e fizeram um bom primeiro tempo, mas não conseguiram o tal "algo mais" para abrir o marcador e acabou a primeira fase do encontro sem abertura de contagem, e olhe que o atacante Frontini chegou a balançar a malha adversária, mas nada valeu por se encontrar em situação irregular, que foi marcada pelo assistente e confirmado pelo árbitro Dewson Freitas (PA).

O time segue para o intervalo e retorna com a mesma formação. a primeira substituição aconteceu logos no início da fase conclusiva, quando Ailton Silva sacou o volante Flávio e adiciona o meia atacante Thiago Silvy. Em seguida retirou o ala esquerda Madona e incluiu Jussimar. O meia Everton Santos saiu para a entrada de André Beleza.

Apesar das alterações, tudo continuava sem efeito na busca pelo tão esperado gol, que poderia mudar o curso da partida, que teve, ainda, a expulsão do zagueiro do time sorocabano, João Paulo. O defensor já tinha o amarelo, recebeu o segundo e foi mais cedo se banhar. Mesmo assim, o Confiança não soube aproveitar o fator, menos um, do time adversário e acabou por dá "adeus" ao sonho da Série B Brasileira.

Ficha técnica

São Bento: Rodrigo Viana; Muriel, Rogério, João Paulo (V) e Marcelo Cordeiro; Fábio Bahia, Éder, Everaldo e Maicon Souza (Felipe Manoel); Anderson Cavalo e Caio Cezar (Banquinho, depois Matheus Silva). Tec: Paulo Roberto Santos.

Confiança: Genivaldo; Felipe Cordeiro, Mimica, Anderson e Madona (Jussimar); Flávio (Thigo Silvy), Rafael Vila, Everton Sontos (André Beleza) e Tito; Frontini e Álvaro. Tec.: Ailton Silva.

Público: 9.937

Renda: R$ 214.720,00 

Arbitragem Paraense: Dewson Freitas, Hélcio Araújo e Rivaldo Coimbra.  

Nenhum comentário: