terça-feira, 19 de janeiro de 2021

Dragão deu mole e perdeu mais uma no Batistão

Um jogo sem grandes novidades. (Foto: Luiz Neto)

Mais uma noite para riscar da memória proletária. Com futebol apático e sem muito atrativo o Dragão deixou escapar a possibilidade  de vencer o Sampaio Corrêa e acabou perdendo por 1 a 0, gol assinalado pelo meia Marcinho, aos 14 minutos da etapa final. A partida foi válida pela trigésima sexta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

O Confiança do meio da competição pra frente perdeu o foco que resultava em vitórias. Daí em diante acumulou um sequência de derrotas, como as três últimas jogando na Arena Batistão, contando com a noite desta terça-feira (19), quando foi derrotado por 1 a 0, para o Bolívia Querida.

O primeiro tempo, com o retorno do meia Rafael Vila compondo com Serginho e Guilherme Castilho o setor de meio, e a manutenção do atacante Bruno Paraíba no ataque formando o tripé com Iago e Reis. A formação do comandante Daniel Paulista, não surtiu efeito e terminou em 0x0.

Na fase conclusiva, o Dragão retornou do vestiário sem alteração e mesmo assim, começou a se complicar por não apresentar reação, fato que, aos 14 minutos o meia Marcinho chutou forte de fora da área, a bola quicou, dificultando a defesa do arqueiro Rafael Santos, decretando o único gol da partida. 

Foi a partir daí que surgiram as alterações. Entraram Jeferson e Caique Sá, saindo Rafael Vila e Bruno Paraíba.  Depois mais alguns nomes saíram do banco para substituírem. Guilherme Castilho (Tiago Luís), Thiago Ennes (Marcelinho) e Serginho (Renan Gorne). Mesmo assim, o time não teve o poder de reação, acumulando mais uma derrotado. Final 1 a 0, Sampaio Corrêa. 

Com o resultado do clube da zona norte da capital sergipana ficou com os mesmos 45 pontos e a décima terceira posição na classificação, mantido na Série B Brasileira, e se fortaleceu com a derrota do Figueirense-SC por 4 a 0, na rodada. No próximo sábado (23), às 16:30, fará o penúltimo jogo da temporada brasileira contra o América-MG.

Nenhum comentário: