segunda-feira, 4 de outubro de 2021

Brasileiro: Dragão perde e se complica na Série B

Foi do pé do ala esquerda João Paulo o cruzamento para o gol de Nirley. (Foto: Emanuel Rocha)


Uma noite para esquecer, foi o que ocorreu neste domingo diante o Vasco-RJ, em jogo válido pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, quando o Confiança sofreu uma derrota que não estava nos planos e teve um pênalti não marco pelo árbitro paulista Raphael Klaus. O encontro terminou com a vitória do clube carioca por 2 a 1.

Para o Dragão só resta vencer sete das dez partidas restante se quiser se manter na segunda divisão nacional. Para completar o Londrina-PR conseguiu vitória importante na rodada e se distancia do representante sergipano, situação que dificulta ainda mais à saída da zona de rebaixamento.

Com a bola rolando no primeiro tempo, o Confiança foi superior em campo e criou boas oportunidades, mas não conseguiu abrir o placar, fruto também, de um penal não marcado. Os gols do jogo saíram apenas na segunda etapa. Aos 15 minutos, o atacante German Cano, marcou o primeiro. Aos 18 minutos, através do zagueiro Ricardo, livre de marcação, fez o segundo gol. O Confiança diminuiu com o zagueiro Nirley, aos 34 minutos. Finalizando, Confiança 1x2 Vasco.

O comandante técnico Luizinho Lopes, avaliou como boa a atuação da equipe e lamentou o pênalti não marcado, afinal seria um ponto para quem se encontra numa zona desconfortável e ameaçadora. 

-Faltou um pouco de eficácia, mas fomos melhor no jogo, diria que bem melhor. Eles tiveram uma única bola do Nenê que lançou e o atacante raspou, mas taticamente, a equipe cumpriu à risca. No segundo tempo, num intervalo de quatro minutos, eles fizeram dois gols. De qualquer forma a equipe não se abateu, correu até o final. Hoje, fomos prejudicados pela arbitragem. Foi um fato muito notório que decidiu a partida", lamentou Lopes.

O Confiança treina durante a semana com foco no Vitória, jogo que vai acontecer no próximo sábado, 9, no estádio Barradão, em Salvador. Para o encontro, o treinador Luizinho Lopes não vai poder contar com o meia Rafael Vila, punido pelo terceiro cartão amarelo e ficará suspenso.

O público total foi de 4.665 torcedores. O público pagante foi de 4.491 e não pagantes 174  pessoas. A renda foi de 207 mil e 179 reais. 

Nenhum comentário:

Dragão pronto para encarar Dinossauro