quinta-feira, 27 de setembro de 2018

CLUBES E ATLETAS SE DESTACAM NO SERGIPÃO DAS SÉRIE A2

Competição agregou alguns valorosos atletas (Foto: FSF)
A temporada sergipana deste ano da Série A2, na sua fase inicial, apresentou clubes que realmente mostraram uma preparação estrutural diferente. Aqueles que se prepararam mais para a disputa da competição promovida pela Federação Sergipana de Futebol (FSF), conseguiram o objetivo, que foi em alcançar à classificação para a segunda fase do torneio, que apontará somente um clube para acessar à divisão especial sergipana e ao mesmo tempo revelar atletas desconhecidos. 

Classificados 


Foram para as quartas de final as equipes do Sete de Junho de Tobias Barreto, Atlético Lagartense, Estanciano, Botafogo de Cristinápolis, Guarany de Porto da Folha, Canindé, Maruinense e Santa Cruz de Riachuelo. Os clubes que se classificaram, apresentaram atletas que se destacaram no decorrer da primeira fase, aspecto importante para engrandecer a competição que acenderá entre dezessete clubes, mas somente um para a divisão de elite do futebol sergipano.



Clubes e Seus Destaques



Lateral Fernando Coração (Foto: Divulgação)
O Sete de Junho, representante de Tobias Barreto, na competição promovida pela FSF, trouxe em destaque três atletas. Os volantes Rhuan e Welton, e mais o ala esquerda Fernando Coração. Os três mostraram um bom futebol na temporada deste ano. Rhuan, o mais experiente, foi revelado em 2008, pelo Leão do Rio Real e este ano atuou pelo Sergipe, na divisão especial em posição improvisada, atuando pela direita. Welton, 23 anos, veio do Fluminense de Feira de Santana-BA, já o ala Fernando Coração, teve seu começo de carreira no próprio Sete, em 2015. Nomes em destaques na equipe tobiense e que vem colaborando bastante com o rendimento técnico e tático.



Meia atacante Hudson (Foto: Divulgação)
Um outro que apresentou a maior pontuação na fase inicial foi o Centro Sportivo Maruinense. Comandado pelo treinador Geraldo Moreira, o alvinegro mostrou ter um grupo reduzido, mas homogêneo. O Fantasminha Camarada registrou nos jogos realizados, num grupo que tinha o maior número de participantes, o Grupo D, com cinco participantes e o CSM somou 22 pontos, perdendo apenas dois. No decorrer dos jogos, alguns jogadores mostraram suas técnicas e conhecimentos, além da experiência no trato com o futebol. Um desses nomes foi o do jovem atacante Hudson, 23 anos, que iniciou sua carreira na base da Associação Olímpica de Itabaiana. Natural de Aracaju, o meia atacante vem correspondendo as orientações técnicas. Outros nomes vem se apresentando bem na competição como os veteranos Ney Maruim e Edson Veneno, o volante Victor Garcia e o atacante Ronny.



Meia Luiz Otávio (Ascom: Divulgação)
Com o perfil diferente da maioria das equipes, o Atlético Clube Lagartense tem a comissão técnica e atletas emprestados pelo coirmão Lagarto Futebol Clube, equipe da primeira divisão sergipana. Os atletas são, em quase sua totalidade, oriundos do Sub-19 do “Periquito Atômico”. Um deles, o meia Luiz Otávio, 19 anos, natural de Fátima-BA, vem apresentando um belo futebol e já balançou a rede adversária sete vezes, na temporada deste ano da divisão de acesso. Na equipe comandada pelo treinador Neco, existem atletas mais experientes, como é o caso do zagueiro Nivaldo e o volante Daniel, nomes que defenderam o Lagarto na primeira divisão sergipana.



O treinador do Atlético Lagartense, Neco, revelou que o meia Luiz Otávio, foi observado por ele no período em que estava comandando a base do Sport do Recife-PE. “Passei fazendo peneira pela região e gostei muito do futebol apresentado por Luiz. Naquele momento eu não pude leva-lo para Recife e quando fui para Lagarto me lembrei dele. Eu tinha feito outra peneira em Poço Verde e perguntei por onde ele andava e conseguimos trazê-lo para a equipe do Lagarto. Um atleta que sempre conheci como segundo volante, mas, pela necessidade de meia na equipe, fiz uma adaptação e ele vem correspondendo muito bem. Um jogador alto e que finaliza bem a jogada, a gente vem dando o moral pra ele na posição. Mas, não é somente Luiz, meu grupo é muito bom e com qualidade”.



Atacante Jonatas (Foto: Divulgação)
O Estanciano terminou a fase de grupos como líder do “B”, com 13 pontos registrados. No decorrer da fase um nome entre os demais chamou a atenção. Jonatas Santos Souza, 20 anos, 1,86m de altura, com participações em bases do Corinthians-SP (2016/17) e Volta Redonda-RJ (2018), vem se destacando e mostra futuro promissor. Atacante corioca de função com habilidade muito boa quando em poder da bola pelo trato nas execuções das jogadas. A sua facilidade de jogar é tão boa que já ficou na graça dos torcedores do Canarinho do Piauitinga.



Zagueiro Jefesson Santos (Foto: Divulgação)
Já a equipe do Guarany de Porto da Folha, outra classificada como líder do seu grupo com 16 pontos, trouxe em seu elenco alguns atletas conhecidos do futebol sergipano, como é o caso do volante Jacobina e o atacante Eliomar, mas, o destaque da temporada compõe o bloco defensivo do Galo do Sertão. Trata-se do zagueiro Jefesson Santos, 23 anos, com base feita no XV de Piracicaba-SP. O atleta, natural de Porto da Folha, vem mantendo uma regularidade muito boa e atendendo o contexto técnico e tático do treinador estreante na temporada, André Vieira.



Claro que, numa competição com quatro chaves e dezessete clubes participando, uma ou outra agremiação que não chegou ao momento feliz de garantir classificação não tenha apresentado atletas importantes e com boa qualidade no decorrer de uma partida. Por exemplo, o volante Borracha, defendeu o time do Propriá e mostrou um futebol vistoso quando da maneira de marcar o adversário e o passe ao tocar da bola para um companheiro de equipe. Na mesma equipe, um outro que se destacou foi o atacante Lucas Cascão.

Um comentário:

Resultados.com disse...

Parabéns pelo artigo! Vocês teriam interesse em firmar uma parceria de troca de links com o portal de resultados esportivos Resultados.com? Em caso positivo, favor entrar em contato com support@resultados.com. Obrigado.