terça-feira, 27 de abril de 2021

Sergipe vence Boca Junior, em Cristinápolis

Um a zero. Esse foi o placar registrado na vitória do Sergipe diante do Boca Júnior, no encontro realizado no estádio Geraldo Oliveira, em Cristinápolis, válido pela nona rodada do Campeonato Sergipano da Série A1. O unico gol foi assinalado pelo zagueiro Hitalo Robério.

Só faltava mais uma vitória para concretizar sua classificação para a fase seguindo e aconteceu na marca dos 22 minutos da primeira etapa, numa cobrança de falta efetuada pelo zagueiro Hitalo Robério, a bola resvalou na barreira e enganou o arqueiro Rodrigo. Sergipe 1 a 0.

Partida bem disputada aponta vitória do Gipão. 
                           (Foto: Ascom/CSS)


Depois do gol, o Sergipe caiu de rendimento, recuou suas linhas, e quem começou a apostar no ataque foram os comandados pelo treinador Adailton José, o Bodinho, do Boca Júnior, obrigando o goleiro Marcão realizar algumas defesas para garantir o placar, que foi administrado até o final da fase.

No segundo tempo, com uma alteração efetuada pelo treinador estreante Elias Borges, do lado esquerdo, tirando Padilha e introduzindo no campo de jogo Júlio Lima, o Sergipe voltou melhor, chegando fácil na área defendida pelo goleiro Rodrigo.

Bem orientado pelo treinador, aos 21 minutos, os donos da casa tomaram mais uma vez o comando do jogo e partiram pra cima do setor defensivo do colorado da capital. Uma sequência de ataques do Boca Júnior, levaram por duas vezes a bola resvalar no poste do arco defendido por Marcão, mas ficou nisso mesmo. Final Sergipe 1 a 0.

Com o resultado, o Mais Querido garantiu sua classificação para a fase seguinte do Sergipão 2021, ficando com a segunda posição do Grupo A, com treze pontos, e para finalizar a fase do campeonato, pega o Confiança em mais um clássico. Já o Boca Júnior, permanece com os mesmos treze pontos e passa a ser ameaçado pelas equipes do Maruinense e Dorense, ambos com onze pontos cada, levam a definição do rebaixamento para a última rodada da primeira fase da competição. 

Nenhum comentário: