sábado, 3 de julho de 2021

Confiança perde para Vasco, no São Januário

Hernane Brocador teve poucas oportunidades no jogo. 


Uma tarde de bom futebol praticado pelo Confiança, porém mais uma vez pecou na finalização, deixando a vitória escapar e no lugar surgindo a derrota para o Vasco da Gama, neste sábado, 3, no São Januário, no Rio de Janeiro, pela nona rodada da Série B Brasileira. O único gol do jogo foi assinalado pelo meia MT recebendo passe do atacante Gérman Cano.

Se for buscar na estatística, nos números, o Dragão foi superior, na partida diante o time da Cruz de Malta, mas acabou sendo derrotado e ficando ameaçado pelo fantasma da zona do rebaixamento com oito pontos. A ameaça pode ser eliminada se os que estão abaixo do clube azulino não vençam na rodada.

O Confiança teve algumas oportunidades e acabou desperdiçando com Neto Belora, Gustavo Ramos, Álvaro, Daniel Penha e Hernane Brocador. Como já diz o ditado que "quem não faz, leva", foi assim, que aos 14 minutos uma triangulação envolvendo Gabriel Pec, Gérman Cano, que serviu MT, pela esquerda tocar rasteiro fazendo o único gol do jogo aos quatorze minutos.

Na segunda etapa de jogo, tanto Confiança quanto Vasco tiveram oportunidade de marcar, mas a partida ficou mesmo no 1 a 0, para os donos da casa.

Para o encontro diante o Vitória, no próximo dia 10, sábado, às 19h, o Dragão não contará com o zagueiro Nirley, punido com o terceiro amarelo. Por outro lado, o clube do bairro Industrial terá o retorno do zagueiro Nery Bareiro.

Ficha Técnica 

Vasco - Vanderlei, Léo Matos, Ernando, Leandro Castán e Andrey (Miranda); Michel (Figueiredo), Zeca, MT (Arthur) e Marquinhos Gabriel (Sarrafiore); Gabriel Pec (Caio Lopes) e Gérman Cano. Técnico: Marcelo Cabo.

Confiança - Rafael Santos, Marcelinho, Nirley, Salinas e João Paulo; Gilberto (Bruno Sena), Neto Berola, Álvaro (Ítalo) e Daniel Penha (Renan Areias); Hernane Brocador (Alex Henrique) e Gustavo Ramos (Robinho). Técnico: Rodrigo Santana.

Cartão Amarelo 

Zeca e MT (Vasco). Rafael Santos, Nirley e Gustavo Ramos (ADC).

Arbitragem 

Rodrigo Batista Raposo (central)

Kleber Alves Ribeiro (Linha 1)

Lucas Torquato Guerra (Linha 2)

Nota 5,5 - Obs: Na origem do gol vascaíno houve toque e o árbitro não deu. Álvaro foi pisado no calcanhar dentro da área e o árbitro não marcou o penal, portanto influenciou no marcador. 


Nenhum comentário: